Skip to content

Tag: santo

O ladrão que por acaso era santo

E tal e coisa e tinha este ladrão. Um homem para lá de inteligente que em certo momento da vida achava que era Papai Noel. Sério. Foi na adolescência. O cara simplesmente surtou enquanto via os hormônios tomarem conta do seu corpo. Ele estava sentando a um canto, pensando numa menina que vira no ponto de ônibus e que revirara sua cabecinha oca e assim, sem mais nem menos, pensou que era o Papai-Noel. Só porque a mocinha não olhara para ela. Não se pode, porém, culpá-la: ele era feio como o demônio. Ou como a Frida Kahlo. O leitor escolhe a comparação que mais lhe aprouver. Sessão de psicanálise para cá, sessão de psicanálise para lá, uns eletrochoques, umas injeções de glicose e o…

Share