Crônica

Sonhos

Quando estava no fundo mais fundo do poço profundo em que me enfiei por umas tristezas que nem vale a pena comentar, costumava dizer às pessoas que não tinha mais sonhos. E por um motivo simples: eu havia realizado todos os meus sonhos até então. E não falo dos sonhos bobinhos que todo mundo tem. …

Ou não

“O importante é começar o texto com aspas, para já impressionar o leitor com sua cultura vasta”, disse o poeta cipriota Alxdje Xiruhqd. Repare na quantidade de consoantes e na impronunciabilidade do nome. E também na nacionalidade remotíssima. Não se preocupe com o fato de ser uma citação completamente falsa de um poeta idem. Se …

O umbigo

Era uma vez um escritor que nunca tinha começado uma história com “era uma vez” e achou que estava mais do que na hora de usar esse delicioso chavão. Num dia qualquer, desimportante demais para ter sido anotado por qualquer um, o escritor, batizado ainda agorinha há pouco de Aroldo Amétodo, saiu do claustro escuro …

Meu velho

Oi, Paulo.   Estou aqui para lhe dar, antes de mais nada, os parabéns. Porque apesar de tudo, das depressões adolescentes, das crises profissionais, das noites mal dormidas, das dúvidas profundas, do luto por amigos que se foram cedo, do medo de consultar o extrato bancário; apesar do excesso de Coca Zero, do sedentarismo incorrigível, …